Presents

We love

Fim de tarde em Brooklyn com Sophie Auster

May 23, 2013
portada

Fim de semana em Manhattan. -13 ºC no Lower East Side. Sophie Auster marcou encontro connosco no clube Mercury Lounge, onde, nessa noite, apresenta ao vivo o seu último trabalho, Red Weather.

 

 

 

 

Gozar os pequenos mas, ao mesmo tempo, grandes prazeres da vida, correr riscos e aventurar-se a não ter medo.

O nosso encontro com ela é no palco, durante o ensaio. Sophie chama, desde logo, a nossa atenção enquanto interpreta de forma sedutora Wicked Word, um tema que mesmo sem sabermos, se vai converter na banda sonora oficial de Lifelovers ABC4.

Neste encontro com ela viemos preparar a entrevista do dia seguinte. Quando terminámos, saímos do clube com a sua banda e fomos surpreendidos pela forte queda de neve na Costa Leste. “It is a kind of something”, comenta em voz alta, enquanto pisa com os seus saltos a neve que já cobre a rua. Um comentário cheio de calor no fim de semana mais gélido do ano. Um bom presságio.

 

 

Sophie Auster marcou encontro connosco no clube Mercury Lounge, onde, nessa noite, apresenta ao vivo o seu último trabalho, Red Weather.

No dia seguinte, encontramo-nos com ela nos Excello Studios de Brooklyn, em Power Street. Sophie quis mostrar-nos onde gravou o seu segundo álbum de estúdio, produzido por ela mesma.

Sophie Auster marcou encontro connosco no clube Mercury Lounge, onde, nessa noite, apresenta ao vivo o seu último trabalho, Red Weather.

Nestas quatro paredes já gravaram bandas como Rufus Wainwright, Vampire Weekend, Antony and the Johnsons, David Byrne ou The National. Um estúdio com tradição que serve de cenário a uma entrevista, onde nos revela a sua maneira de ver o mundo e que se pode resumir com a ideia de Dare ou Atrever-se, conceito que dá título ao texto que escreveu para este Lifelovers ABC4.

Atrever-se a fazer o que se quiser, arriscar para aproveitar o que a vida oferece a cada momento, gozar os pequenos mas, ao mesmo tempo, grandes prazeres da vida, correr riscos e aventurar-se a não ter medo. Nem mesmo das alturas, quando nos despedimos dela com uma troca de beijos, cachecóis, abraços e luvas ao entardecer num terraço de Brooklyn.

Skyline de Manhattan

 

Photos by © GSUS FERNÁNDEZ

Share the Story